Notícias

Ponte entre Brasil e União Europeia é aberta no Amapá

Foi inaugurada oficialmente neste sábado (18) a Ponte Binacional Franco-Brasileira, que vai ligar por via terrestre o Brasil e a União Europeia a partir da divisa entre o Amapá e a Guiana Francesa.

A estrutura pronta desde 2011 custou cerca de R$ 70 milhões, e dependia de acordos entre os dois países e de obras do lado brasileiro.

A cerimônia aconteceu dos dois lados da ponte, que tem 378 metros de extensão e liga as cidades de Oiapoque, no Amapá, e Saint-Georges, na Guiana Francesa. Apesar da abertura, podem trafegar pela estrutura somente veículos de passeio, estando ainda proibido o transporte de cargas, o que segundo o governo brasileiro deve acontecer até o meio do ano. Apesar da inauguração a passagem de veículos será iniciada na segunda-feira (20).

A estrutura substitui o uso regular de balsas no rio Oiapoque. As regras para travessia, como exigência de visto, estão mantidas e condicionadas ao pagamento de um seguro para os veículos brasileiros, que varia de 250 a 450 euros, dependendo do modelo do carro. A ponte ficará aberta de domingo a domingo das 8h às 18h.

Participaram da cerimônia de corte da faixa o governador do Amapá, Waldez Góes, além da prefeita de Oiapoque, Maria Orlanda, senadores e deputados do estado. Também estiveram membros da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit).

Do lado francês, estava a ministra do Meio Ambiente Segolene Royal, autoridades militares, além dos prefeitos de Saint-Georges e da Guiana Francesa. A ponte foi idealizada em 1997 entre os ex-presidentes do Brasil e França, Fernando Henrique Cardoso e Jacques Chirac.

Comentários

Melhores da Semana

Subir