Notícias

Pastor Silas Malafaia é suspeito de lavagem de dinheiro

Pastor Silas Malafaia é indiciado por lavagem de dinheiro, segundo a PF, o pastor teria recebido R$ 100 mil de um escritório de advocacia que estava no centro do esquema de corrupção.

O relatório de conclusão da PF é referente às informações colhidas da Operação Timóteo de dezembro de 2016 em que Malafaia foi alvo de condução coercitiva.

Na época o Pastor da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, afirmou que os R$ 100 mil recebidos foram “doados” por um empresário, após ter recebido uma “oração” do líder religioso. Malafaia disse que o empresário fez um depósito em sua conta bancária pessoal depois da oração.

A operação foi batizada de Timóteo como inspiração em passagem do livro homônimo da Bíblia:

“Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruirão.”

Como de costume Malafaia vem utilizando sua conta no Twitter para realizar duras criticas a operação e se defende alegando perseguição.

Comentários

Melhores da Semana

Subir