Notícias

Doria muda o Leve Leite e foca nos mais pobres

Tem muita gente falando sobre o Programa Leve Leite, mas nada melhor do que entender quais serão as reais mudanças para podermos opinar.

A partir de março, o prefeito de São Paulo João Doria vai reformular o programa de entrega de leite para alunos da rede municipal. Sendo assim alunos a partir de 7 anos deixarão de receber o benefício. E entre as crianças de até 6 anos, só as mais pobres terão direito ao leite.

A reestruturação do programa vai servir para estender o benefício aos que mais precisam. Visando atender crianças que não estão matriculadas na rede municipal ou que estão nas filas por vagas em escolas da capital.

Hoje o programa Leve Leite beneficia alunos da rede municipal de 0 a 14 anos. Ano passado cerca de 916,2 mil estudantes receberam o benefício.

Porém o programa registra muitas falhas já que as atuais regras impedem uma família que não precisa do benefício a recusar o recebimento e além disso ainda existem muitos registros de venda do leite até mesmo pela internet.

 

Simplificando;

Como é:

Todas as crianças de 0 a 14 anos matriculadas na rede municipal têm direito ao benefício.

Como vai ser:

Somente as crianças de 0 a 6 anos, com renda familiar de até R$2.811. Benefício estendido a TODAS as crianças que estão no cadastro de vulnerabilidade e até mesmo as que estão fora da rede municipal.

 

Hoje também existe a opinião compartilhada por diversos especialistas que afirmam não fazer sentido um programa de entrega de leite universal pois não existem estudos sobre o impacto nutricional e de desempenho escolar.
Hoje a cidade de São Paulo possui um índice de 0,01% de crianças desnutridas. (Não sabemos se este percentual são de estudantes da rede municipal)

 

 

Comentários

Melhores da Semana

Subir